Matéria: Brasil Game Show 2015

Por Fernando Camargo

e63971a1-940c-4904-978f-7566b7ea0cec

Quase um mês após a BGS 2015, venho para dizer como foi minha primeira experiência na maior feira de games da América Latina, eu sou o Camargo do Blog do Alado e estive nos dias 11 e 12 de outubro no evento que reuniu desenvolvedores, competidores, youtubers, cosplayers e muitos gamers.

A Brasil Game Show acontece desde 2009 quando ainda era a Rio Game Show, com duas edições no Rio de Janeiro e em 2010 foi trazida para São Paulo onde se tornou a BGS que conhecemos.

O evento começou me surpreendendo logo na entrada, a BGS garantia a qualquer visitante o direito a meia entrada para quem doasse um quilo de alimento que contribuiu para a Casa de Davi, como incentivo, além da meia entrada eles tinham o bordão “como gamer, nos ajude a bater esse recorde também”.

Dentro da BGS haviam atrações para gostos variados. O pavilhão Branco teve um apelo para os fãs dos Youtube Gamers e de jogadores profissionais. Nesse Pavilhão se encontravam os estandes da Azubu, com a participação de jogadores de League of Legends e Counter Strike e Youtubers para divulgar a plataforma de Streaming de jogo, o estande da IGN Brasil trouxe seus membros como Flavia Gasi e uma novidade, a TGS Brasil, canal de youtube e networking de youtube gamers, agora se tornou a IGN Networking, a IGN também trouxe alguns dos youtubers de sua rede para conhecer os expectadores. O próprio YouTube criou um grande estande para o YouTube Gaming, uma rede do próprio veículos de vídeos apenas para canais de gameplay e analises de jogos.

Ainda no pavilhão branco estava o palco da Brasil Game Cup, onde nos cinco dias de evento ocorreu o campeonato nacional de Dota 2, também era possível conferir a loja Oficial da BGS e um palco para apresentação e concurso de Cosplayers.

Falando em cosplayers, esses estavam espalhados por todo o evento, alguns oficiais, contratados pelas desenvolvedoras de games e outros que foram apenas pelo prazer de atuar como seu personagem favorito. Gostaria de dar destaque pessoal a 3 cosplayers que me chamaram a atenção: Silvio (o Connor do RenegadosCast) que é sempre chamado pela Ubisoft pelos seus ótimos cosplays e esse ano estava de Jacob do jogo Assassin’s Creed Syndicate, e peço perdão aos dois cosplayers que eu não perguntei o nome, um que estava no estande da Sony Playstation™ como Aldebaran, o Cavaleiro de Ouro de Touro, e uma moça super simpática vestida de Faris, a pirata de Final Fantasy V, que estava muito bem caracterizada.

Falando agora de grandes empresas e desenvolvedores, o pavilhão azul estava repleto de atrações para todos os gostos, frente a frente estavam os estandes da Sony Playstation™ e da Microsoft Xbox™, ambas com promoções de consoles e jogos, acessórios e diversos jogos de demonstração para o público. Deixo aqui um desabafo pessoal, entendo que as empresas queriam passar para o público a experiência de jogos Tripe A, mas acredito que para a quantidade de pessoas presentes nas filas, apenas os jogos de partida rápida deveriam ficar a disposição. Vi muitos querendo jogar a demo de Uncharted 4 e Final Fantasy XV, que são demonstrações longas e deixavam as filas cada vez maiores.

Outra grande empresa era a Ubisoft, além de trazer jogos e cosplayers, realizou na BGS o campeonato de Just Dance, escolhendo no evento o time que deverá representar o Brasil na copa mundial de Just Dance. A Activision veio com jogos como Destiny e Guitar Hero Live, permitindo também que o publico pudesse provar um pouco dos seus novos jogos.

Das vendedoras de acessórios para jogadores dou destaque a Razer, seus produtos de qualidade estavam com 10% de desconto dentro do evento, e seu estande estava permitindo que os visitantes jogassem com os acessórios, teclados, mouses, mousepads e headsets, e distribuindo brindes para quem participasse de seus eventos.

O estande da Warner Games trouxe lançamentos como FIFA 16, Street Fighter V e Lego Avengers Age of Ultron, além dos jogos para o público, o grande diferencial desse estande foi a interação com os presentes chamando Jovem Nerd, Azaghal, Diogo Braga, Beto Duque Estrada, BrKs Edu e outros gamers conhecidos na internet para apresentar seus jogos e realizar campeonatos e desafios.

Haviam diversos estandes de lojas, editoras e vendas de board e card games, mas agora vou falar das três atrações que realmente me chamaram a atenção.

Fora do mainstream de youtubers, campeonatos e desenvolvedoras, no final do pavilhão azul, atrás da praça de alimentação era possível encontrar 3 atrações que aproximam muito os gamers da história dos games e dos desenvolvedores brasileiros. Primeiramente a coleção de consoles e portáteis de Marcelo Tavares (criador da BGS) sua coleção é uma das maiores desse tema, com alguns consoles ainda lacrados, uma ótima forma de verificar a evolução dos videogames e como alguns projetos ambiciosos no passado, hoje são realidade, graças a tecnologia que evoluiu. A segunda atração foi uma área de Arcades livres para os visitantes jogarem, dose pura de nostalgia com jogos de luta como Street Fighter e The king of Fighters, jogos puzzle como Bust a Move e jogos de Ritmo como Pump it Up e Guitar hero fora outros diversos jogos disponíveis, as filas não estavam muito grande devido a rotação de jogadores e a regra clássica de qualquer jogador de fliperama, perdeu passa o controle, assim, todos teriam a oportunidade de jogar.

A terceira atração é a que mais me surpreendeu, o Indie Meeting, uma área onde estúdios e desenvolvedores indies poderiam mostrar seus jogos e projetos, além de seus totens alguns desenvolvedores estavam apresentando palestras sobre o mercado indie no pais. Fiquei muito feliz de ver os diversos jogos já lançados por brasileiros e os vários projetos em desenvolvimento. Um dos que mais me chamou atenção, tanto pela apresentação do estande quanto pela proposta do jogo é o game Kriaturaz feito pela Messiah Games and Animation, esse jogo será um móbile que trará o folclore brasileiro para o jogo numa releitura única, com previsão de lançamento para maio de 2016 e um possível jogo para Computadores que será ligado ao móbile.

O evento que já é o maior da América Latina tende a se expandir, esse ano foram 5 dias (08 a 12 de outubro) no Expo Center Norte, espaço suficiente para comportar todos os visitantes e estandes. Em 2016 a BGS irá acontecer de 01 a 05 de setembro na São Paulo Expo, um local com maior área, melhor estrutura e a data foi modificada para que possam trazer mais novidades e lançamentos ao evento.

BGS agora, apenas em 2016, mas mesmo no final do evento não deixou de me surpreender, ao sair o visitante ganhava um pote de tomate cereja, afinal ser gamer não significa não ser saudável. Agora, que venha a Comic Con Experience, nos vemos lá.

Galeria de fotos:



Sigam o Fernando nas redes sociais o/:

Blog - http://blogdoalado.com.br/

Twitter - https://twitter.com/fernando_afs

Facebook - https://www.facebook.com/fernandocmargo?fref=ts

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

https://o.twimg.com/2/proxy.jpg?t=HBgtaHR0cDovL3N0YXRpYy5vdy5seS9waG90b3Mvb3JpZ2luYWwvN3RqZ24uZ2lmFOwJFOwJABYAEgA&s=Y-LkLtRmCw5Iq1wTo8dBqpPeNRJBdcMy8ytpeCBGjts