Recap Game of Thrones S6E5: “The Door” com origens (SPOILERS)

GoT 1

Mais um episódio excelente onde os roteiristas distribuíram bem inúmeros acontecimentos em apenas 1 hora de programa. É possível ver que, este ritmo melhorado e rápido pode mesmo ser devido ao fato de que foi dito que a série teria 7 temporadas.

Apesar de ser um bom episódio, foi um episódio triste também e muito, muitas dores e mágoas sendo resolvidas e reveladas, muitas injustiças também, como sempre.  Vejamos os todo em partes:

SANSA E MINDINHO
Sansa tem um breve encontro com o tio Mindinho onde ele tentou falar com ela que não sabia que sofreria tanto nas mãos de Ramsay Bolton, mas ela se colocou firmemente a ele, dizendo a ele com todo o asco do mundo o quanto o psicopata de Winterfell a havia feito sofrer. Mindinho por sua vez se coloca à disposição dela, o que será bom para o que vem a seguir: a inevitável luta com Ramsay e seus aliados.

BRAAVOS
Arya continua seu treinamento para ser ninguém e recebe uma missão, a missão de tirar a vida de uma atriz. Contudo ao ver a peça que encenam parao público ela é atormentada pelas lembranças de quando tiraram a vida do pai e como a irmã sofreu. Ela questiona porque a vida da mulher deve ser tirada e é repreendida, pois "servos não questionam" e prossegue com sua tarefa, cuja conclusão veremos em breve.

BRAN E O NASCIMENTO DOS WHITE WALKERS
Está aqui algo pelo qual muitos esperaram, mas que foi limitado a somente um homem humano amarrado à árvore do Corvo de Sangue recebendo uma espécie de punhal lentamente no coração enquanto sofre gritando e depois que a lâmina penetra totalmente seu peito, seus olhos ficam azuis. Ele é o primeiro, criado para lutar em uma guerra aparentemente contra a vontade, depois se tornando um flagelo para muitos.

ILHAS DE FERRO
Chega a hora de escolherem um governante das Ilhas de Ferro e Yara se coloca como primeira rainha, onde é apoiada pelo irmão Theon, porém, o tio deles Euron, que matou o próprio irmão, reivindica para si o trono, dizendo ser melhor que uma mulher (Yara) e o um eunuco (Theon) e que se casará com Daenerys Thargaryen e governará os sete reinos junto a ela (é claro que isso NÃO vai acontecer, mas ele é muito pinel, diga-se de passagem). Ele é então considerado legítimo e é batizado para então reinar. Seu primeiro comando é matar os sobrinhos, mas estes já escaparam com uma esquadra e já estão longe no mar, ao que o tio regicida convoca os homens e mulheres a contruírem barcos para perseguí-los e matá-los.

GoT 2

GoT 3


MEEREEN
Tyrion decide que o povo precisa de mais convicção para que a paz frágil conquistada seja mantida até o retorno de Daenerys, então decide chamar a sacerdotisa do Senhor da Luz, a qual somos todos introduzidos. Ela se veste de vermelho como Melisandre, mas parece mais sábia e ainda mais enigmática. Ela professa que a Mãe dos Dragões é sim a prometida do Senhor da Luz e irá expurgar o mundo através de sua força e de seus dragões, se colocando à disposição para espalhar a força dela junto ao grande Senhor. Varys questionada a fidelidade dela quanto à Não Queimada e ouve coisas que só ele poderia saber, sobre quando fora mutilado e suas partes jogadas no fogo. Ela diz que ele ouviu um nome vindo das chamas o que o deixa com uma expressão muito vívida de assombro. Ela realmente é poderosa e fiquei curiosa para vê-la novamente.

VAES DOTHRAK
Daenerys agora comanda os Dothrak e, aparentemente, irá com todos de volta à Meereen, mas antes tem uma conversa muito bonita com Sor Jorah que mostra que está doente e que a ama, sempre a amou. Ela então diz que ela o baniu duas vezes e duas vezes ele regressou e ainda salvou sua vida. Daeny comanda a ele que siga em busca de uma cura e que então volte para ela e esperamos (quem gosta dos dois é claro) que ele realmente consiga uma cura para voltar a ficar ao lado dela, afinal, vai ser ótimo vê-lo na guerra épica que está sendo formada.

GoT 4

GoT 5


CASTLE BLACK
Em Castle Black, Jon, Sor Davos e Sansa decidem a melhor estratégia sobre quem chamar para juntarem um exército forte o suficiente para lutar contra Ramsay Bolton e as três maiores famílias do Norte que o seguem. Temos também o mínimo de momento de afétuo e diversão do episódio, quando Sansa entrega uma roupa a Jon que ela mesma fez e que ser parece com a que Ned usava e os olhares de Tormund para Brienne.

GoT 7


HODOR
Novamente Bran adentra ao passado (ou seria um breve futuro) e vê o exército de mortos junto ao rei deles e se deixa ser tocado! Isso macula o terreno onde eles estão e então começa a parte mais agoniante e desesperadora dos episódios desta temporada: a invasão dos White Walkers à Àrvore.

O Lorde Corvo de Sangue diz a Bran que ele deve substituí-lo, mesmo não estando totalmente pronto. Deste momento em diante os White Walkers invadem os túneis e começam a matar quem podem, inclusive o lobo de Bran, o que doeu muito mesmo de ver, não aguento mais ver os lobos Stark mortos!

Bran consegue ouvir que o chamam e adentra o corpo de Hodor para que os tire de lá, mas permanece conectado à uma lembrança em que Hodor está presente.  Sobram somente os três correndo pelo túnel para escapar e quando finalmente passam, Hodor fica segurando a porta que que os mortos não passem, enquanto a jovem leva Bran embora.

O que acontece então é de cortar o coração, pois ela grita com toda a força a frase "Hold the door" inúmeras vezes e, na visão de Bran, o jovem Hodor cai no chão en convulsão com os olhos brancos, gritando também a mesma frase inúmeras vezes. No tempo real, os mortos começama  quebrar a porta e a machucarem muito Hodor, que segura a porta com toda sua força... na lembrança, a frase vai se mesclando em uma coisa só: "Hold the door", "Hold door", "Holddoor", "Hodor". O episódio acaba.

Vemos o porque Hodor ficou daquele jeito e só dizendo aquela palavra, mas fica a dúvida: será que aquela passagem é cíclica? Teria a presença de Bran no passado ter se solidificado em um acontecimento que interviria no passado de fato? O que diabos aconteceu realmente?

Só saberemos ao certo com o tempo, inclusive se Hodor sairá disso vivo ou se os mortos o aniquilarão. Foi um episódio muito triste de fato, mas com muita significância. Espero de todo o coração que continuem bons assim e que a conclusão seja o que deve ser, independente do que nós, os fãs, querem.

GoT 6

GoT 8

GoT 9

GoT 10

GoT 11

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Lui disse:

    Muito triste esse episódio.
    #hodorforever

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

https://o.twimg.com/2/proxy.jpg?t=HBgtaHR0cDovL3N0YXRpYy5vdy5seS9waG90b3Mvb3JpZ2luYWwvN3RqZ24uZ2lmFOwJFOwJABYAEgA&s=Y-LkLtRmCw5Iq1wTo8dBqpPeNRJBdcMy8ytpeCBGjts